13 de jul de 2011

Situação do Tênis no Brasil

Por Marco Antônio Vecchia
13/07/2011
Olá amigos amantes do Tênis! É um prazer ter a companhia de vocês no nosso blog e espero que acompanhem sempre e gostem do conteúdo!
A partir de hoje, postarei semanalmente dicas relacionadas ao tênis para que você possa aprimorar seu jogo, conhecer locais para praticar, lojas e dicas de materiais esportivos e muito mais. Comentarei sempre tópicos diferentes e espero que todos acompanhem e sintam-se a vontade para fazer perguntas sobre qualquer assunto relacionado ao tênis ou outro esporte, pois terei o maior prazer em responder. Esse blog não é só para meus queridos alunos da SLAMTENNIS. É para todas as pessoas que curtem esse esporte, que fazem aulas em outras academias ou que não fazem, mas que são apaixonadas pelo tênis assim como eu e toda a equipe SLAMTENNIS.
 

Para os que não me conhecem, meu nome é Marco Antonio Vecchia, sou fundador da SLAMTENNIS, formado em Educação Física pela UFMG, professor e amante do tênis há muito tempo. Essa primeira postagem não é para falar da escola de tênis, pois no site vocês encontrarão toda informação necessária para saber a respeito de nós: nossas aulas, professores, academias e metodologia. A idéia é apresentar-me para que todos sintam-se à vontade para perguntar e comentar o que quiserem.
 

Nessa postagem, vamos falar um pouco sobre a situação do tênis atualmente. Gostaria de deixar bem claro que eu não sigo para o lado da politicagem do esporte e nem para o lado dos críticos de plantão, mas é fato que o país está há tempos carente de novos ídolos no tênis. Todos concordarão comigo que é muito bom ver um atleta brasileiro no alto do pódio de uma olimpíada, de um pan-americano, ou de campeonatos mundiais, entre outros. Mesmo que a gente não curta o esporte, sempre torcemos pelo brasileiro. É isso, em minha opinião, que faz o esporte ser conhecido, adorado, reconhecido e divulgado pelas mídias. Pra quem não se lembra, o vôlei há 15 anos no Brasil era apenas mais um esporte que raramente passava na televisão e hoje é total esperança de títulos para o país. Dessa forma o vôlei passou a ter uma importância maior no cenário nacional, com jogos transmitidos em canal aberto e grandes eventos sendo realizados no Brasil, e é isso que fez o vôlei cair nas graças do povo brasileiro. É disso que o tênis precisa! De uma nova geração forte que se espelhe nos ídolos que tivemos como o Guga, Sarreta, Fininho e Marcos Daniel, no top brasileiro do momento Bellucci, e com a promessa Thiago Fernandes, para que a modalidade caia no gosto do povo, assim como o vôlei anos atrás. As pessoas precisam apreciar o tênis e ter vontade de praticar. Para isso acontecer, muita coisa tem que ser feita. Muita mesmo. E não é apenas falar de incentivos financeiros para atletas, ou de centros de treinamento melhores e mais acessíveis. Programas de novos talentos e de inclusão social pelo esporte são indispensáveis, assim como a prática do tênis por lazer no dia a dia. É preciso que mais pessoas joguem tênis, e eu não falo do alto rendimento. Falo do social, da prática como atividade física. Com mais pessoas praticando, a possibilidade de se descobrir um talento, ou de se conseguir incentivos financeiros é muito maior, pois as pessoas precisam estar envolvidas no meio para saber a importância que aquele apoio financeiro traz e que o tênis terá uma visibilidade para seu negócio ou marca.
 

É um tópico que ainda trará muita discussão e ainda tem muito assunto! Então na semana que vem eu falo um pouco mais sobre esse tema!
 

Comentem, discutam, critiquem e divulguem! Precisamos fazer o nosso esporte grande! É a chave do sucesso para o Brasil no tênis! Forte abraço a todos!

Marco Antonio Vecchia

Nenhum comentário:

Postar um comentário